domingo, 27 de setembro de 2009

Legislativas 09 - Óbidos

( Para ampliar clique na imagem )
Relativamente à abstenção, votantes, nulos e brancos, as duas primeiras colunas são referentes a 2009 e a última a 2005.

11 comentários:

Anónimo disse...

O PS venceu em Óbidos.

Anónimo disse...

Resultados 2005
__________________________
Inscritos-9763
Votantes-5945-60,90%
Abstenção-3817-39,10%
Brancos-132-2,20%
Nulos-64-1,08%
___________________________

PS-2676-45,01%
PPD/PSD-2019-33,96%
CDS-PP-390-6,56%
BE-299-5,03%
PCP-PEV-253-4,25%
PDN-39-0,66%
PCPT/MRPP-37-0,62%
PNR-17-0,29%
PH-12-0,20%
POUS-8-0,13%


Para quem gosta de fazer comparações estes foram os resultados das Legislativas de 2005
A abstenção, votos nulos e branco aumentou.
O PS voltou a ganhar, embora tenha perdido quase 10%.
O PSD perdeu perto dos 2%.
O CDS-PP aumenta em mais de 4%.
O BE ganha perto dos 3,5%.
A CDU aumenta 0,86%.

Anónimo disse...

O Partido Socialista ganhou as Legislativas. Não creio que o merecesse. Mas, em democracia, o Povo é quem mais ordena.
E ainda não foi inventado melhor sistema.

Anónimo disse...

http://tsf.sapo.pt/PaginaInicial/Interior.aspx?content_id=1374227

Anónimo disse...

Resultados finais do acto eleitoral para a AR
PS (36,6%) - 96 deputados
PSD ( 29,1%) - 78 deputados
CDS (10,5%) - 21 deputados
BE (9,9%) - 16 deputados
CDU (7,9%) - 15 deputados
Abstenção - 39,4%
Falta eleger
- 2 deputados pela europa
- 2 deputados fora da europa

Anónimo disse...

Os portugueses votaram, há que respeitar o resultado, a consequente continuidade do engº Sócrates à frente do governo, do mal o menos, felizmente perderam a maioria absoluta. Derrota estrondosa do PSD que falhou totalmente o objectivo, a política de verdade com purgas e exclusões, agravada pela presença nas listas de personalidades a contas com a Justiça, o discurso da asfixia, só poderiam trazer um resultado negativo. O CDS/PP foi o vencedor do dia, ficou em 3º lugar à frente do BE, elegendo 21 deputados contra todas as expectativas. O BE também cresceu, mas aquém das previsões, os 16 deputados que elegeu são insuficientes para influenciar ou condicionar o governo. Por último a CDU teve o menor crescimento, apenas 1 deputado, de 14 para 15.

Anónimo disse...

No distrito o PSD perde um deputado, de 5 passa a ter 4!!!!!!!

Anónimo disse...

O grande vencedor em Óbidos foi a ABSTENÇÃO com 42,69% e a nível nacional com 39,4%.

Anónimo disse...

A arrogância no Governo custou meio milhão de votos - e o adeus à mais sólida maioria do PS de todos os tempos.

A incompetência na oposição custou mais uma derrota eleitoral ao PSD - a quarta das últimas cinco eleições legislativas.

Anónimo disse...

O parlamento elege 230 deputados. Mas, deveriam apenas contar os votos expressos. Proponho, e todos devemos exigir isso que a vontade do povo seja respeitada. Se mais de 40% não votou ou votou branco/nulo, deveriam existir 92 cadeiras vazias na Assembleia da República. Que democracia é esta que inclui “representantes” que não foram VOTADOS? Quanto pouparia o País em vez de pagar a 230 marmanjos apenas pagaria a 138, mantendo a representatividade eleitoral. Exijam isto como 1ª medida de cidadania!

Francisco B T disse...

Meu caro anónimo

"Em 2005, Óbidos tinha 9763 eleitores e votaram 5.946 pessoas. Em 2009, os eleitores "subiram" para 10.457 mas os votantes apenas para 5.993.

A minha suspeita: Em Óbidos ninguém limpa os cadernos eleitorais, pois se Óbidos tiver mais de 10.000 eleitores os ordenados políticos na Câmara sobem, bem como as transferências do OE. E, neste jogo, não é só Óbidos que segue esta desonestidade, é o país inteiro.

A uma média de 110 nascimentos por ano, temos de 2005 a 2009 mais 550 eleitores, ou seja sobe de 9763 para 10313. Se por ano 36 pessoas mudarem a sua residência para Óbidos temos os restantes 144 novos eleitores. E ninguém morreu? Ninguém se mudou para outros concelhos?"

De resto, concordo consigo