domingo, 10 de agosto de 2008

Aos 36 anos é o senhor de Óbidos

Óbidos. Mesmo sem aeroporto na Ota, o Oeste está a mudar. Quem é o jovem presidente da Câmara de Óbidos, que apoiou Passos Coelho à liderança do PDS e promete uma vila de olhos postos no futuro e dez mil novos empregos no concelho? (Aqui fica a saber)

15 comentários:

Anónimo disse...

pantemineiro no seu melhor.

Anónimo disse...

empreendorismo: isso é obidos requalifica!

Anónimo disse...

Nunca deixo de me surpreender com o que por vezes se lê nesta entrevista que mais parece um manifesto eleitoral… 10 mil novos postos de trabalho em 10 anos… Já ouvi alguém dizer o mesmo… só com mais uns zeritos à direita e em menos tempo!!

Isto sim é empreendorismo… que pulsa inovação e criatividade – por pouco haveria mais emprego que residentes… mas como também ambiciona aumentar em muito a população provavelmente nessa época notar-se-á mas o desemprego.

“Ser-se liberal no sentido de apostar na capacidade das próprias comunidades poderem resolver os seus problemas. Porque é que as escolas não poderão ser governadas pelas comunidades? Contratar professores deveria ser feito por elas, têm de ser responsáveis pela sua própria educação.” – a espinha continua atravessada na garganta e deixe-se de tretas… o Sr. Presidente sabia de antemão antes de celebrar o acordo com o Min. De Educação, para a construção do Complexo dos Arcos, que o mesmo não iria abdicar na contratação de docentes – por acaso terá noção dos custos que a edilidade iria ter?

Aprecio a frase - quando sentiu que poderia ser útil à sua terra, candidatou-se… e na altura ainda não existia o Gabinete de apoio ao Empreendedor na entrada principal da Vila cheia de exuberância…

Quanto à sua garantia que até ao final do ano conta ultrapassar capitais de distrito…. Pela certa não estará a falar em Leiria, Viseu, Braga, Castelo Branco, Faro, Guarda, Évora, ou outra qualquer – afinal são capitais de distrito de que país?

Orgulhoso da sua região e principalmente do seu concelho, relembra a tristeza e o desapontamento que sentiu quando o Governo largou a Ota pela Margem Sul… toda a gente notou e reparou na sua ausência aquando das negociações das compensações, com aquele Sr que é ministro (mas poupo-lhe a sua memória em não escrever o nome)… JAMAI, sentar-me-ei na mesma mesa tanto como Presidente da CMO ou com Presidente da Agência de Desenvolvimento da Região Oeste (ADRO) – como empreendedor confesso… sempre foram dois lugares vazios!!!

Nós aqui fazemos coisas de que toda a gente se sente beneficiária. (se toda a gente se sentisse beneficiada… não haveria problemas… no entanto…). Mas há sempre problemas, pessoas que não têm casa como deve ser, uma profissão, problemas com os filhos... Não prometemos que resolvemos tudo. Mas prometemos um concelho com o maior conforto social." – mas afinal qual deve ser a principal preocupação de um autarca?

Eram dois candidatos na eleição. Eu e o do Partido Socialista . O discurso dos candidatos era o do 'eu vou mudar!' Mas acho que consegui convencer melhor. E as pessoas queriam essa mudança" – pois é, esse discurso já não cola – não vai voltar a dizer “EU VOU MUDAR” – porque assim já não consegue convencer ninguém … já convenceu!!!

Precisamos de ser validados pelas pessoas… naturalmente irá ser sufragado por tudo aquilo que mudou, mas porque pensa que as pessoas, mais que confusas, estão sem ânimo… naturalmente porque os problemas persistem e avolumam-se:
- pessoas que não têm casa como deve ser (habitação social - promessa não cumprida)
-uma profissão (mas sem trabalho)
-problemas com os filhos...
Não prometemos que resolvemos tudo. Mas prometemos um concelho com o maior conforto social.
PROMESSAS leva-as o vento…

Alguém do seu partido caracterizou o Sr. Silva de eucalipto - aquele que não quer aviõezinhos a tapar-lhes o sol pois nunca se sabe se não vai lá alguém com uma máquina que tire umas fotografias à celulite da Maria ou às ossadas da múmia.
O meu ilustre conterrâneo faz-me lembrar mais a grama (nada tem haver com Gramado) por quando se começa a desenvolver abafa tudo…

Custa-me a crer que este “jovem senhor d’ouro” ainda consiga enganar alguém – com essa do vou mudar, que ainda haja quem acredite naquilo que diz, tão nua e petrificada transformou e estão a transformar a imagem de Óbidos, mas… mesmo que a mensagem continue a passar incólume e ainda haja pacóvios para a receber, felizmente com a limitação dos mandatos, desejo-lhe um bom reinado por mais algum tempo…

Anónimo disse...

Parece que só irão ser criados 9.900 novos posto de trabalho. A Sónia Pereira de Figueiredo já tem um garantido!!!!

Anónimo disse...

!:rio sem fotos do king, viva

Anónimo disse...

Oh chefe, 10.000 - 1 = 9.999

Anónimo disse...

O colega chefe pode ter razão matemáticamente falando. Esqueceu-se que não vem só a jornalista - com esta noticia num jornal diário - estão garantidos lugares para todos os que fazem parte dos quadros incluindo os avençado do DN.
Ainda dizem que a Gazeta é o que é... sei que estou a "pecar" por excesso - mas este artigo excede tudo!!!

Anónimo disse...

Corre o risco de ao 37 anos deixar de ser o senhor de Óbidos. Garantidamente que aos 41 obrigatóriamente deixará de o ser...

Um Senhor de Óbidos disse...

Desculpem lá! Senhor de Óbidos não é-primeiro porque não é Senhor, para se ser Senhor é preciso um muito mais que o Telmo não tem, depois, apesar de agir como tal, Óbidos não lhe pertence ou pertence tanto a ele como a cada um de nós ou não será assim?

Anónimo disse...

sei que ainda muita agua debaixo das pontes vai correr até ás proximas autarquicas, mas desta vêz já se assenham dentuças...
bom sinal.
Estão mais que podres, rapazes, é abanalos e vê-los cair.

Anónimo disse...

10 mil novos postos de trabalho... só a CM e as EMs, para encaixar amiguinhos, irão ao longos dos próximos 10 anos superar essa meta.

Anónimo disse...

Afinal, os jovens acumularam anos, tachos, pedestais, sinecuras e mordomias, mas a crise de adolescência continua a mesma. Imarcescível e inoxidável. No fundo, a incapacidade destas efebências que nos desgovernam - e tiranizam com toda a espécie de birras, leviandades e macaquices - em alcançarem a idade adulta. Dir-se-ia até que, em Óbidos, foi finalmente encontrado o segredo da "eterna juventude".

josepha disse...

O Festival de Opera.
Confesso que é o género musical que menos aprecio, mas quando é uma boa obra, bem encenada com bons cantores, bons músicos até que me agradaria ir ver e ouvir.
Gostaria de rever a Tosca ou a Madame B, ou ver e ouvir Gran Via, mas para tal gostaria de saber quem a encenou, quem é a orquestra, quem são os cantores.
Há centenas de interpretações de cada obra, não é o facto de ser opera e uma conhecida que lhe confere qualidade.
Quem vai à opera quer saber quem vai ouvir ou então é para quem vai por ir.

Anónimo disse...

O TF tem sido ao longo destes últimos anos um "anunciador de projectos e mordomias" que não aconteceram, não acontecem nem vão acontecer. Porque só um sonhador pode, nos tempos que correm, prometer 10.000 postos de trabalho no concelho de Óbidos. Nem mesmo com todos os "super", "hiper" ou "mega" mercados ou centros comerciais que ele anuncia e que não se vê nada. Mas quem é que ele pensa que ainda engana? Espero ainda ter saúde e tempo de vida para ver fora da pedestal, estes "sabedores e fazedores de tudo e de nada" que não são nem mais nem menos que uns vendedores de banha da cobra ordinária.
CHEGA DE PANTEMINICES. ESTAMOS FARTOS. Um Obidense

Anónimo disse...

Quanto mais os factos o contradizem mais ele se adelgaça e se eleva, até lembrar uma torre gótica perigosamente frágil e por isso mesmo mais rígida e mais impenetrável ao exterior.
Quanto mais impossível, mais verdadeira: Credo quia absurdum.