sábado, 9 de fevereiro de 2008

Discussão Pública - Enxoval do recém-nascido

A Câmara de Óbidos quer ver aumentada a taxa de natalidade no concelho, onde actualmente o número anual de óbitos é superior ao de nascimentos. Um dos incentivos será a oferta de um enxoval de “boas vindas”, no valor de 500 euros a todos os bebés cujos pais sejam residentes no concelho de Óbidos (a maioria dos bebés deste concelho nasce no Centro Hospitalar das Caldas da Rainha.
Estimativas recentes sobre a evolução mundial apontam para a redução da população portuguesa em cerca de dois milhões ao longo dos próximos três séculos. Há quem considere o aumento da população de um país como sinal de prosperidade. Se a população de um país não aumenta, é porque o país não gera expectativas. A cultura do país perde influência, a "Nação" definha. Por isso, há quem reclame que o Estado/Autarquias deveria conceder mais apoio financeiro a quem tem filhos. Naturalmente que os políticos/autarcas estão atentos...
Todos os incentivos são de elogiar, mas 500€ não será um incentivo "forreta"?
Como o aviso menciona: As observações tidas por conveniente deverão ser formuladas por escrito, dirigidas ao Presidente da Câmara Municipal de Óbidos - Largo de S. Pedro - 2510-086 Óbidos ou entregues directamente na Secção Central desta Câmara Municipal, durante o período de expediente.
Agora ainda se pode manifestar, depois será tarde. Exerçamos os nossos deveres/direitos cívicos.

4 comentários:

parvus disse...

500 euros cada voto!!!!????
Isto é que é pensar no futuro-quando atingirem a maioridade, já votam para 1º Ministro... Ele há mesmo quem se projecte mesmo no futuro, que nem ginjas!

Anónimo disse...

se um terço dos portugueses vive á beira da miséria, ou era bom só os ricos terem filhos ou então mais bocas para passar fome não obrigado e os 500 euros sempre é melhor que nada.
Mas fazer filhos na mira dos quinhentos ouriços tá bem tá....

Zé Fóstino

Maria disse...

Acho bem que a Cãmara dê 500 euros por cada novo filho. O Telmo vai ser um dos primeiros beneficiados.

Anónimo disse...

Qualquer residente poderá ser benificiário... mas concordo e acho que é um apoio forreta. Estando a CMO de boa saúde financeira poderia no minimo triplicar esse montante. Também não é nada de novo, muitos municipios já implementaram esse apoio. Se têm orgulho em serem diferentes - na questão ecologica, na realização de eventos, na revisão dos indices do PDM - têm agora uma boa oportunidade de dizerem nós apoiamos a natalidade mas aumentem o pecúlio...
Os municipes poderão por escrito manifestarem a sua posição...fazendo valer que o montante nem é nada por aí além...