sábado, 19 de janeiro de 2008

Subscrevo

(clique na imagem para ampliar)

5 comentários:

Anónimo disse...

Assumidamente contra este tipo de festas... Voz inconformada e incómoda pela certa não será o único a denunciar esta situação. O turismo de massas e nos moldes em que está a ser feito poderá ser prejudicial para Óbidos.

josepha disse...

Estas festividades, ao grande estilo do novo mundo, são o reflexo da nossa sociedade de consumo. A falta de visão estratégica na construcção de um mundo novo, onde o equilibrio, o respeito e os valores humanos imperem, está generalizada à escala planetária.
Teremos então de perguntar o que é o sucesso? para esta organização são 200 mil pessoas. O que levaram para casa essas 200 mil pessoas? Qual será a diferença entre ir à Vila Natal a Óbidos ou ao Colombo a Lisboa?
Como já disse dezenas de vezes, aflige-me que uma tal capacidade de trabalho seja posta ao serviço dos valores mais ocos da nossa sociedade.
Um meio pequeno, com as caracteristicas de Óbidos, poderia ser um modelo a seguir, mas pelas boas razões, aquelas que são verdadeiramente um sucesso, as que ajudam a construir o homem enquanto ser pensante e inteligente.

Anónimo disse...

Força Zé Isidro, dá-lhe nas orelhas.

Anónimo disse...

Josepha D'Ayala...anacrónica, ou seja, pessoa fora do seu tempo, este não é o seu seguramente, acorde Sra.

Anónimo disse...

Josepha D'Ayala...anacrónica, ou seja, pessoa fora do seu tempo, este não é o seu seguramente, acorde Sra.